Coprodução: O que é e Como se Tornar um Coprodutor ⭐

Os negócios digitais estão cada vez mais em evidência atualmente.

Percebendo isso, muitas pessoas resolveram juntar seus talentos a outros, desenvolvendo novas ideias e obtendo lucros.

Cada um nasce ou desenvolve certas habilidades. Em muitos casos, todo esse potencial fica no âmbito individual de cada um, quando na verdade poderia ser compartilhado, gerando renda.

Com certeza você deve conhecer alguém que faz trabalhos artesanais incríveis, ou possui uma grande desenvoltura na comunicação.

E aquela tia que faz os melhores doces que você já experimentou? Você tem algum parente ou conhecido que seja professor?

E você? Qual a sua maior habilidade?

Todas essas pessoas são reconhecidas no mercado digital como sendo experts ou especialistas. Elas até gostariam de transformar suas aptidões em renda, mas não têm a menor ideia de como fazer isso.

Elas não sabem como vender ou divulgar seus produtos ou serviços.

É neste momento que a figura do coprodutor entra em ação.

O que é coprodução

Coprodução é basicamente cuidar dos bastidores, da estrutura e das estratégias de negócios de uma outra pessoa.

Vamos utilizar o filme Bob Esponja, por exemplo. Este filme teve a coprodução de uma outra empresa que ajudou a criar toda a estrutura do filme, das imagens e também da divulgação.

Todos os filmes possuem uma coprodutora que ajudam a executá-lo.

Na internet, a grande maioria dos produtores de conteúdo precisam de um coprodutor para alavancar seus negócios, atingir mais pessoas ou elaborar estratégias para aumentar o tráfego de seu site, blog, canal no youtube, enfim.

Uma pessoa pode ter grande conhecimento em determinado assunto e decide criar um curso, grava seus vídeos e até cria um canal no youtube.

E só!

Ela não tem a menor noção de como levar tráfego para o seu canal aumentando as visualizações, não sabe colocar anúncios e não sabe como fazer para que as pessoas realmente se interessem pelo seu curso, gerando a renda que ele espera.

O coprodutor faz esse trabalho. O coprodutor não precisa aparecer, não precisa postar conteúdo. Ele trabalha nos bastidores, fazendo com que um determinado produto “ganhe vida”, fazendo a divulgação, melhorando as imagens, o texto, etc.

Existem casos de parcerias com mais de um coprodutores.

Por exemplo, se você entende e gosta de trabalhar com tráfego pago, você pode ser contratado para fazer apenas esta parte.

Outro coprodutor pode trabalhar nas fotos do produto, outro nos textos que acompanham as imagens e outro ainda na produção de conteúdos.

A grande maioria das pessoas ou empresas que querem lançar um produto precisa de um coprodutor.

Quando você começar a fazer esse trabalho, provavelmente vai ouvir muito os lançadores de produtos dizerem algo do tipo: “Ah, mas eu já entendo de divulgação, eu já sei mais ou menos o que tenho que fazer, eu já estudei estratégias de marketing digital…”

São pessoas que sabem o básico do básico e não entendem que por trás do lançamento de um produto existe toda uma estrutura.

Por mais que eles entendam e já tenham conseguido algum resultado, para eles escalarem e  alcançarem mais e mais pessoas, irão precisar de um coprodutor.

Não tem como os lançadores de produtos, conhecidos como “experts” ou especialistas, atingirem um alto nível de crescimento, sem a participação de coprodutores. Essa é uma parceria fundamental.

Habilidades que um coprodutor precisa ter

Para ser um coprodutor você precisa ter ou desenvolver certas habilidades, como:

Comunicação

A comunicação é uma das habilidades principais de um coprodutor de sucesso. A comunicação é tudo, não só para um coprodutor, mas em qualquer negócio.

Você precisa desenvolver suas habilidades comunicativas para alinhar as expectativas com o especialista, ou seja, o infoprodutor, a pessoa que possui o conhecimento que você irá lançar.

Na hora de definir as ações, é necessário que fique claro qual será a parte de cada um no processo de lançamento, quais as melhores estratégias e como serão aplicadas.

Então, se você é coprodutor e quer lançar outras pessoas, entenda que comunicação é o seu poder. É com isso que você irá desenvolver uma boa conversa com o especialista que vai trazer bons retornos para você nesse projeto.

É muito comum especialistas e coprodutores se frustrarem no mercado digital em função da falta de comunicação ou comunicação precária, onde os objetivos e ações não ficaram claros anteriormente.

Copywriting

Copywriting é o processo de escrever materiais promocionais e de marketing persuasivos que motivam as pessoas a realizar alguma forma de ação, como fazer uma compra, clicar em um link, realizar doações ou agendar um atendimento médico.

Esses textos publicitários podem ser encontrados em papel ou de forma online. Eles também podem incluir materiais falados, como roteiros usados ​​para vídeos ou comerciais.

Muito do que você lê online também é copywriting, incluindo a maioria das páginas da web, quaisquer relatórios gratuitos nos quais você se inscreveu e até mesmo os e-mails que você recebe após se inscrever.

Copywriting é uma estratégia bastante utilizada no marketing digital que recorre à escrita persuasiva como ferramenta para convencer o seu leitor a praticar uma ação.

Conhecida também como copy, esta é uma habilidade  que você precisa ter, porque ela é muito importante e muito necessária para se vender na internet.

Você vai usar copy nos anúncios, na página de vendas, nos vídeos, etc.

Basicamente em tudo você vai precisar da habilidade de copywriting, que nada mais é do que a arte de você saber vender, de você saber persuadir os clientes  a comprar.

É fazer com que as pessoas  se convençam de que precisam daquele produto.

Com a habilidade de copywriting, você saberá fazer anúncios, saberá utilizar gatilhos mentais que levam direto à tomada de decisão mais importante: a venda.

Tráfego pago

Se você souber fazer campanhas de tráfego, com certeza você  pode ser um coprodutor.

Muitas pessoas precisam de profissionais que  façam os anúncios, porque a maioria não tem ideia de como fazer isso.

Tráfego não é necessariamente apertar os botões para criar uma campanha.

Entender de tráfego significa você saber quais os resultados possíveis de serem alcançados utilizando um Google Ads ou um Facebook Ads e definir qual plataforma utilizar para atingir os melhores resultados.

Ferramentas da internet

É importante ter conhecimento ou aprender a utilizar ferramentas da internet para criação de sites, plataformas de email marketing, entre outras.

Essas são ferramentas muito importantes na hora de você vender algum produto na internet. Você vai precisar delas.

Você pode fazer uma parceria com alguém que esteja criando um curso, oferecendo seus serviços e cobrando um percentual sobre as vendas, por exemplo.

Web designer ou editor de vídeo

Se você sabe utilizar ferramentas do tipo Photoshop, Adobe Premiere ou Sony Vegas, poderá editar ou criar imagens e editar vídeos.

São habilidades muito valiosas para ser um coprodutor ou para oferecer seus serviços no marketing digital.

Para você vender produtos na internet é necessário muita criação de conteúdo, criação de vídeos e os vídeos nem sempre serão sobre vendas.

Às vezes, os vídeos são apenas de conteúdo puro, como vídeos para o Instagram ou Facebook. Então, dominar a edição de imagens, vídeos, vinhetas, é uma habilidade muito importante e bastante requisitada.

Estratégia digital

Esta habilidade é a junção de todas as anteriores. O estrategista digital deve ter noção de copy, tráfego pago, ferramentas da internet, edição de imagens e vídeos, porque é ele que organiza todo o projeto de publicidade.

É ele que vai definir que tipo de copy será feita, qual estratégia de marketing será utilizada para vender, se será feito o lançamento do produto ou se vai ser utilizado o tráfego perpétuo, se vai usar o Google, Facebook, youtube, etc.

Quem define quais os passos a serem seguidos é o estrategista digital.

Então, se você possui as quatro habilidades ou pelo menos uma boa noção de cada uma delas, você poderá ser um estrategista digital.

Resumindo, um estrategista digital precisa conhecer os vários tipos de lançamentos, como:

  • Lançamento semente
  • Lançamento interno
  • Lançamento meteórico
  • Lançamento no perpétuo

Mas se você está iniciando no mercado de coprodução, o ideal é que você foque em uma das habilidades, estude, pesquise, torne-se especialista e, aos poucos, vá adquirindo conhecimento nas demais áreas.

Dessa forma você irá se tornar um coprodutor de alto potencial, um profissional com habilidades valiosas, que todo produtor irá buscar como parceiro.

Estruturas de lançamento

É tudo o que você precisa para colocar cada tipo de projeto para rodar. Cada tipo de lançamento tem suas próprias características e etapas.

Por exemplo, se você fizer um lançamento semente, irá precisar  de uma estrutura de páginas, de plataformas conectadas, para que elas consigam trazer um resultado de sucesso.

Ainda utilizando o exemplo do lançamento semente, você pode decidir que irá fazer um webinário. Nesse webinário você irá fazer uma captura de leads para as pessoas se inscreverem e participarem.

Você irá precisar de uma página de inscrição. Depois que a pessoa efetua o cadastro ela pode cair em uma página de agradecimento ou confirmação de cadastro.

Automaticamente irá um email para a pessoa e nesse email você irá informar algo, até o dia em que você irá enviar o link do seu webinário.

Entender de estruturas de lançamentos é saber quais plataformas utilizar para o lançamento do produto.

Parcerias de coprodução para lançamentos digitais – procedimentos

Analisando o contexto das parcerias, de um lado temos o especialista que sabe que pode ganhar dinheiro com seu produto utilizando o marketing digital, mas não sabe fazer um processo de lançamento ou não tem condições de fazer tudo sozinho.

Do outro lado temos a pessoa que possui conhecimento em lançamento de produtos digitais.

Para que esta parceria alcance os resultados desejados, algumas pontos precisam ser considerados, entre eles:

Profissionalismo

As partes envolvidas devem entender que esta é uma relação profissional, portanto, tudo o que envolve a parceria deve estar previamente contratado, como por exemplo, o tipo de projeto que será realizado, o tempo de duração, a remuneração do coprodutor, entre outros.

Parte fiscal da operação

Os parceiros precisam definir sobre questões como controle de receitas e despesas, tributos, emissão de nota fiscal e todo o resto que envolve o lançamento, antes dele acontecer.

Uma parceria de sucesso acontece quando as tarefas de cada parte estão bem claras, alinhadas e devidamente contratadas em documento.

E, principalmente, buscar ajuda de especialistas para assuntos que nenhuma das partes domina.

Ficou com alguma dúvida ou tem uma sugestão sobre o tema? Entre em contato direto comigo pelo Instagram @rodrigodias.mkt

Sobre Mim

Desde 2015 atuamento no Marketing Digital oferecendo serviços e consultorias para empresas que buscam atrair clientes e vender mais pela internet.

Acompanhe nossos Vídeos

Entre para o GRUPO VIP no Telegram.

Receba conteúdo exclusivo para crescer seu negócio na internet.